Visitas felizes

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Desertos e Noites

A minha dor está um pouco menor, mas a cada vez que ela tenta cicatrizar as feridas mais agravantes meu coração parte-se em dois. Estou vivendo um deserto onde niguém pode me resgatar, onde eu procuro em vão um oásis e vejo apenas miragens. Um desejo? Que a dor caia em meio ao vão da escuridão, esquecendo-me eternamente.


Eu estou sozinho na noite
Estou num deserto
Sofro as ilusões das miragens.
Mas onde eu posso encontrar a paz de um oásis?

Até quando eu posso suportar viver assim?
Em conflitos com o meu coração
Que está tão longe, carente de Deus
Distante do amor.

Num monte eu subi bem alto, gritei
Chamando por Deus preciso te ouvir.
Quero ser renovado e purificado
Ungido pra honra tem misericórdia de mim.


- 4/1






Nenhum comentário:

Postar um comentário