Visitas felizes

domingo, 8 de agosto de 2010

Eu sou uma contradição, e foge da minha mão fazer com que tudo isso tenha algum sentindo.

Escrever tem sido mais dificil do que o normal pra mim, era tão mais simples relatar meus sonhos e histórias ficticias em um papel quanto respirar mas, falar da minha vida tem sido um grande desafio! Eu sou uma contradição, sou segura e insegura, sou drámatica e feliz, sou patricinha e rockeira, sou inteligente e ignorante...Sou uma mistura fora do comum e cada voz vive gritando dentro de mim.
Como observadora dos seres de minha própria espécie, tenho que confessar que até hoje não encontrei nenhum mais confuso que eu, - abro excessão aos apaixonados, é claro - ninguém capaz de ser perder no meio da própria mente. É como uma música, é preciso ter a melodia e a letra em perfeita harmonia e até isso acontecer nos testamos tudo até terem um mundo apenas seu. Um mundo onde você está ali e todos estão te assitindo mas só você sabe o que aquilo representando pra você.
Isso é arte, é o jeito como você se expressa, o jeito como você vive.


"Eu quis me perder por aí fingindo muito bem que eu nunca precisei de um lugar só meu"

Nenhum comentário:

Postar um comentário